Oxigênio da terra está vazando lentamente pela atmosfera


Não entre em pânico, mas os pesquisadores descobriram que o oxigênio está sendo lentamente drenado para fora da atmosfera da Terra, e até agora, eles não tem certeza do motivo disso.

Os níveis de oxigênio em bolhas de ar presos dentro núcleos de gelo na Groenlândia e na Antártida, caíram em 0,7% nos últimos 800.000 anos, e descobrir o motivo pelo qual isso vem acontecendo, poderia ser crucial para prever o futuro do nosso planeta. Obter a resposta não vai ser fácil, já que o oxigênio no nosso planeta está constantemente a ser renovado pelas plantas, por exemplo. Agora, núcleos de gelo estão entre as melhores maneiras que temos de obter leituras fixas de quanto oxigênio está presente.

Um aumento nas taxas de erosão é uma hipótese por trás da queda de oxigênio, já que ela iria expor e oxidar sedimentos mais frescos, reduzindo os níveis de oxigênio na atmosfera. Outra causa possível é a mudança climática a longo prazo – ao longo dos últimos milhões de anos, temos visto uma ligeira queda nas temperaturas globais, embora a Terra esteja rapidamente aquecendo durante a última metade do século.

Fonte: Beth Scupham/Flickr https://www.flickr.com/photos/bethscupham/7663247816/
Fonte: Beth Scupham/Flickr  https://www.flickr.com/photos/bethscupham/7663247816/

Por enquanto, estas são apenas hipóteses que precisam de mais testes. Para os primeiros bilhões de anos da sua vida, a atmosfera da Terra não tinha qualquer oxigênio nela. Os cientistas acreditam que algas minúsculas chamadas cianobactérias evoluíram e provocaram um rápido aumento nos níveis de oxigênio – e, consequentemente, do número de animais que pode respirá-lo.

Hoje, cerca de 21 por cento do ar que respiramos é composto de oxigênio – ao lado de nitrogênio, argônio e dióxido de carbono.

Fonte: [ScienceAlert]

Anterior O lugar mais profundo da Terra
Próximo Orientação pelo Sol